Encontre aqui as melhores opções de hospedagem em Porto de Galinhas

Dicas e Novidades

Piscinas naturais em Porto de Galinhas: como curtir ao máximo!

Um dos destinos mais procurados quando pensamos em viagem, descanso e diversão são praias calmas e com entretenimento para toda a família. As piscinas naturais em Porto de Galinhas são famosas por ter as águas cristalinas e abrigar muitos peixinhos coloridos, fazendo a alegria de todos. É realmente lindo! Muitas vezes, é preciso esperar chegar sua vez na fila para dar um passeio de jangada e mergulhas nas piscinas naturais, aproveitando alguns minutos da tão sonhada viagem para Porto de Galinhas.

O que não pode acontecer nessa hora é ter dor de cabeça, se o seu objetivo é realmente fazer uma visita às piscinas naturais em Porto de Galinhas. Isso, porque há um controle de fluxo de turistas e do tempo em que cada grupo pode ficar naquele local, para que não afete a vida marinha da região. Todos os dias, os barcos fazem passeios para as piscinas, com jangadeiros que seguem as instruções da localidade, como por exemplo, o consumo de alimentos nas proximidades e durante o passeio.

Confira algumas dicas sobre como fazer um ótimo passeio nas piscinas naturais em Porto de Galinhas.

1. Fique atento a tábua de mares

Pra curtir as piscinas naturais em Porto de Galinhas é importante saber que elas se formam apenas quando a maré está baixa. Como o mar é dono de si mesmo, os horários as vezes podem ser imprevisíveis para acompanhar esse momento relaxante e único nas praias. Se ao chegar nas praias e a maré estiver alta, você vai precisar adiar o passeio para o dia seguinte, Pra não perder nenhum minutinho do seu passeio, o segredo é ficar atento aos horários da tábua de maré de Porto de Galinhas, que indica os horários calculados por especialistas e garante que você chegue no mar a tempo de não ficar a ver navios. Na recepção dos nossos hotéis é possível obter a informação sobre os melhores horários para curtir as piscinas naturais. Outra maneira de consultar essa informação é diretamente no site da marinha http://www.mar.mil.br/dhn/chm/box-previsao-mare/tabuas/index.htm

2. Programe-se e saia mais cedo

Agora que você já sabe os horários e onde consultar as formações de piscinas naturais em Porto de Galinhas na tábua de marés, é bom se programar e sair mais cedo para o seu passeio. Aproveite cada minuto, e se possível, chegue na praia pelo menos uma hora antes da maré baixar. Assim, você curte a água limpinha, e durante o passeio de barco, que pode durar até 30 minutos, você garante que não vai perder as formações das piscinas naturais. A diversão é garantida!

3. Evite longas viagens para as piscinas naturais

As crianças estão ansiosas para conhecer as piscinas naturais em Porto de Galinhas? Você não vê a hora de registrar cada momento e mostrar para os amigos as fotos dos peixinhos lindos que encontrou nas águas transparentes? Isso é ótimo!

Mas, não vale muito encarar uma longa viagem para contemplar esse momento único da sua viagem. Pagar transporte e deslocamento, passar 1 ou 2 horas para chegar até a praia pode acabar tornando a sua viagem cansativa e chata. Por isso, antes de partir para os lugares com as piscinas mais badaladas, como Maragogi, você pode pesquisar se pertinho da sua hospedagem dá pra curtir também as piscinas naturais em Porto de Galinhas.

4. Temporadas com chuva, não dá!

Se você pretende viajar pra Porto de Galinhas e viu que os períodos são chuvosos, não será uma boa época para curtir o máximo das piscinas naturais em Porto de Galinhas. Nessa época nublada (abril-junho) você pode acabar estragando seu sonhado passeio para as piscinas de águas claras, isso porque o tempo fica turvo, as águas se misturam e o mar fica bastante agitado. Por isso, as piscinas naturais combinam com temporadas de alto verão que se iniciam no ano, e entre outubro e dezembro, sendo uma das épocas mais procuradas por turistas também por ser o período da desova das tartarugas.

5. Pequenas piscinas naturais

Praia cheia, bronze, sol, mar e muita agitação. Esse é o momento em que muita gente fica concorrendo pra conseguir um lugarzinho nas piscinas naturais em Porto de Galinhas, principalmente as grandes piscinas que se formam ao longo das praias. Se você quer tranquilidade, sugerimos curtir também uma pequena piscina natural. A garantia de privacidade é maior, e você ainda terá a sorte de dividir a piscina natural com os peixinhos, havendo maior equilíbrio em seu habitat natural. Assim, dá pra brincar e registrar seus momentos com maior tranquilidade.

6. Protegendo os arrecifes

Muito cuidado ao visitar as piscinas naturais em Porto de Galinhas, principalmente nos locais com arrecifes e que tenham bastante recifes de corais. É Importante respeitar o controle e os limites sinalizados com cordas náuticas e boias, ajudando a preservar e proteger toda a costa do mar. Evite também alimentar os peixinhos e jogar pequenos alimentos para os animais no mar, isso evita a poluição e garante a vida dos pequenos seres que nos encantam nas praias em Porto de Galinhas.

Com essas pequenas dicas, você curte o máximo dos passeios e piscinas naturais das praias em Porto de Galinhas e ainda preserva a beleza do nosso meio ambiente.